Sobrenomes espanhóis

Muita gente me perguntou porque alterei a ordem dos meus sobrenomes quando adquiri a nacionalidade espanhola. Bom, aqui a resposta para as perguntas e para quem está pensando em adquirir a nacionalidade ou ter um filho/a aqui:

1) Primeiro, a ordem dos sobrenomes é diferente, aqui, tradicionalmente, o primeiro sobrenome de uma pessoa é o paterno, seguido do materno.

2) Na Espanha a mulher não muda o nome quando casa, ou seja, não perde o sobrenome materno para adquirir o sobrenome paterno do marido, como acontece (antes obrigatório e hoje tradicionalmente) no Brasil.

2) Isso tem consequência direta quando se tem um filho ou filha, já que o nome da criança será composto pelo sobrenome do pai e depois do sobrenome da mãe. E não ficará com o nome igual ao da mãe.

3) É possível ter mais de 2 sobrenomes se eles forem compostos, mas nunca pode ter somente 1 sobrenome. Desta forma, se os pais quiserem colocar os dois sobrenomes de cada um, ficaria assim: Cristian Mariscal-Romero (1° sobrenome) Gago-Ruiz (2° sobrenome).

4) sim, nas fotos usei como exemplo os dados do meu marido 😅

5) Por isso, quando eu adquiri a nacionalidade espanhola em 2019, decidi adaptar meu nome ao estilo espanhol (não era obrigatório) e coloquei meu primeiro sobrenome paterno KALIL e como segundo sobrenome o materno SOUZA. Amanda Kalil Souza

6) Esse é meu nome de espanhola, mas como tenho dupla nacionalidade, meu nome de brasileira segue com o Kalil por último.

😁
#Espanha #nacionalidade #cidadania #nomesespanhois #curiosidadesdaespanha #registrocivil

Publicado en: Blog

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.