Receba nossa newsletter e não perca as novidades sobre imigração para Espanha!

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Diferenças entre arquiteto e arquiteto técnico na Espanha

Entenda as diferenças entre o arquiteto e o arquiteto técnico na Espanha

Ainda há muitas pessoas que não sabem distinguir entre um arquiteto e um arquiteto técnico . O mais importante é não assumir que o técnico é um degrau anterior ao outro, ou uma categoria inferior. Os termos são confusos mas são duas profissões diferentes, independentes, cada uma com diferentes propósitos, habilidades e poderes legais.

Arquitecto Técnico existe como carreira independente desde o século XIX. O nome com que se definia então era o de aparejador” . Essa denominação ainda é usada hoje, que muitos preferem por causa de sua tradição e conotações. Atualmente, é normal o uso do termo ‘arquiteto técnico’, embora em alguns lugares eles se refiram ao mesmo profissional como “Engenheiro de Edificação”. É tudo a mesma coisa, e usar vários nomes para a mesma coisa não ajuda, então a partir de agora vamos usar apenas a expressão Arquitecto Técnico. 

Se você gosta de arquitetura e está se perguntando o que estudar ou já estudou no Brasil e quer homologar seu diploma, precisa ter muita clareza sobre a diferença entre arquiteto e arquiteto técnico. Portanto, vamos dizer-lhe as cinco coisas que consideramos mais importantes:

1. OS ANOS DE FORMAÇÃO

Talvez isso não seja o mais importante, mas com certeza é um ponto que você deve levar em conta se quiser organizar sua vida para os próximos anos. Arquitetos têm uma carreira mais longa. São 6 anos de estudo antes de poder trabalhar porque é necessário fazer a graduação e o mestrado habilitante. Por outro lado, os arquitetos técnicos somente precisam da graduação, então podem começar a trabalhar depois dos quatro anos de graduação.

2. OS PLANOS DE ESTUDO

Não são apenas os anos de formação, o conteúdo dos programas de cada grau é muito diferente. Se optar pela licenciatura em Arquitetura Técnica, começará a conhecer os materiais e os sistemas construtivos desde o primeiro minuto . Você tem que se familiarizar com a técnica de construção para poder resolver todos os desafios de erguer um edifício completo! O núcleo principal são as disciplinas de Construção, Materiais, Orçamentos, Máquinas e Organização da Obra.

Um Arquiteto estudará História e Arte, e a parte mais importante de sua formação serão os Projetos, nos quais ele será responsável pelo design de espaços e formas.

Ainda assim, há muitas disciplinas em comum. Ambos os profissionais estudam representação e desenho, instalações, estruturas, planejamento urbano…

3. AS FUNÇÕES DE CADA UM

A Lei de Regulamentação de Edificações reconhece ambos os profissionais, e diferencia o que cada um pode fazer. Especificamente, o arquiteto é o GERENTE DA OBRA,o arquiteto técnico é o GERENTE DE EXECUÇÃO DA OBRA . O primeiro é responsável pelo projeto, tanto do edifício como do ambiente urbano, tem a capacidade de calcular as estruturas e instalações e é responsável pela gestão da obra na fase de construção, zelando para que tudo seja feito de acordo com os planos.

O arquiteto técnico, atuando em sua função de diretor de execução da obra, tem seu papel principal no momento em que a ideia começa a ser construída. Ele é o responsável por dirigir a materialização física do projeto: organiza a obra, os materiais, as equipes de trabalho e controla o orçamento dos mesmos, para que tudo possa ser construído com eficiência. Ele é o responsável por fazer tudo funcionar, e sua presença no canteiro de obras é mais importante que a do arquiteto .

Embora essa seja a ideia geral, o arquiteto técnico também pode se envolver em trabalhos de projeto quando estes não envolvem o cálculo de estruturas ou mudanças de uso. Reabilitações ou projeto de instalações, dois dos campos de trabalho mais importantes da atualidade, enquadram-se no seu âmbito de trabalho.

4. OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS

A formação é muito diversificada em ambos os casos, permitindo-lhe trabalhar em áreas muito diferentes quando terminar. Uma boa orientação ao longo do período estudantil pode ser muito útil para criar um perfil para focar na vida profissional.

Para um graduado em Arquitetura Técnica , a saída mais imediata é a direção de execução nas obras , por conta própria ou como parte de uma construtora. Fazer parte de uma equipe de trabalho ajuda a entender todo o processo de construção, e essa circunstância será encontrada indissociavelmente em sua profissão. O seu conhecimento específico permite-lhe dedicar-se à gestão imobiliária ou avaliação de edifícios, aconselhamento e controlo de qualidade de materiais e sistemas de construção, gestão integral de processos construtivos e grandes projetos e desenvolvimento de medições e orçamentos de construção.

Em particular, os arquitetos podem se concentrar na concepção e criação de projetos arquitetônicos, bem como no cálculo de estruturas de edifícios.

Para ambos os tipos de profissionais, outras possibilidades são acessar a administração como técnico em prefeitura , participar como técnico perito em processos judiciais, inspetores de obras, avaliadores de energia, professores e assessores. Os arquitectos técnicos estão especialmente preparados para abrir caminhos complementares ao processo construtivo, pela componente prática da sua formação.

5.HOMOLOGAÇÃO

Para solicitar a homologação para exercer como arquiteto é necessário que seu curso no Brasil tenha sido superior a 5 anos e que seu plano de estudo seja similar ao plano conjunto de graduação e mestrado. O mais provável é que ao solicitar esse tipo de homologação o Ministério de Universidades exija que você curse algumas matérias adicionais até poder exercer.

Por outro lado, para solicitar a homologação como arquiteta técnica, ao não ser necessário o mestrado, pode ser que o trâmite seja unicamente documental.

Precisa de ajuda e suporte para realizar o seu trâmite de homologação? Entre em contato por meio do email: info@amandakalil.com ou agende uma consulta para tirar todas suas dúvidas em: Agenda Virtual

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Newsletter

Quer estar sempre atualizado? Assine nossa newsletter 

× Enviar mensagem